terça-feira, 18 de novembro de 2008

amigos?

Eu não preciso que me preguem um rotulo escrito "legal" para ser feliz. E é o contrario do que andei vendo por aí nesta ultima semana. Algumas pessoas (não vale a pena citar nomes, por motivos obvios) andaram tomando atitudes idiotas para parecerem aceitaveis em determinado grupo, como por exemplo, se drogarem a ponto de sairem carregadas de festas, simularem um estupro para se passarem por coitadas, e afins. Não querendo fazer apologia a nada, se você quer usar algum tipo de droga, que use, beba até cair, veja jacarés com extase, fale merdas com maconha, ou veja tudo em negativo com a pedra. Só que faça por você, e não para aparecer para um grupinho de manés que na primeira treta vão te deixar a ver jacares em negativo falando merda sozinho. Não vejo sentido em nada disso. Pra que tentar conviver com gente desse tipo? se você tem que tentar é porque eles não fazem o seu tipo. Não adianta mostrar que você pode agradar pra quem não quer ver. Confesso que ja tive a minha fase de "me deixa ser desse grupo", acredito que muita gente já teve. Mas caí na real, e, só assim, pude conhecer os amigos que eu tinha a minha volta, dar valor a eles. É claro que amigos não caem do céu, nós temos que conquista-los, mas que sejam as pessoas certas, as que gostam de você, e que mesmo que você tome todas com eles, injete, cheire, fume o que for, que os jacarés não sejam vistos sozinhos.

3 comentários:

Jerri Dias disse...

Pois é, eu sempre achei estúpido essa coisa da pessoa se forçar a fazer coisas pra ser aceita em grupos e da adolescência até os dias atuais continuo não sendo aceito em determinados grupos por não ser como eles.
Me lembro de uma vez que estava numa casa com uns 15 garotos, alguns amigos, outros apenas conhecidos e todo mundo fumou maconha e eu só fiquei olhando. Eu não tinha interesse em fumar, nunca tive (só pr constar, sou a favor da legalização das drogas), então fiquei fazendo experiências junto com um dos meus amigos chapados pra conhecer os efeitos da droga. Claro, isso na adolescência...

Rebeca disse...

pessoas que nos levam a mal nao devem ser chamadas de amigos !
devemos pois ser o que realmente somos,e se o individuo tem bom carater nos aceitara como somos,e mostrara onde erramos,este deve ser chamado de amigo !

:*

Tatah Santini disse...

É triste ver que muitos jovens se sujeitam a coisas que não fariam só p'ra entrar num determinado grupinho, geralmente de pessoas que não valem a pena!