terça-feira, 11 de novembro de 2008

Dias de Maria.

Moro em uma espécie de recanto familiar. A família inteira mora aqui, claro, todos menos os meus pais (se mate). Na minha casa, exatamente, são apenas eu e minha avó. Mas, adivinhe, a família inteira está fora, entre as 3 casas estou eu e minha prima. Como eu estudo, tenho trabalhos e tarefas e afins, acabo não ajudando a minha avó a arrumar as coisas por aqui (claaaaaro que como toda acomodada sedentária, rola aquela preguiça), o que me possibilitou compreender as dificuldades da roupa para tomar uma banho e aparecer passada no meu guarda-roupas, da casa não ter a função auto-limpante, e da louça não saber andar,limpinha,até o armário. São coisas que eu espero que mudem no prometido futuro high-tech, mas enquanto isso não acontece, vai lá, marininha, limpe, lave, guarde tudo em seu lugar. Vou confessar: a casa esta uma ZONA. Depois desta frustrante experiencia 'dona maria', prentendo perder a preguiça, e ajudar um pouco mais a minha flor-de-laranjeira (avó) a arrumar as coisas, porque,vamos combinar, cuidar de uma casa toda sozinha é (com todo o perdão da palavra) foda.

5 comentários:

May Carvalho ჱܓ disse...

é foda mesmo!
eu sou, um pouquinho priguiçosa.. ainda bem que a qui em casa tem empregada e tal.. porque se dependesse de mim, tava tudo uma zona!!

Beijos ;*

Tatah Santini disse...

É verdade. Também sou meio preguiçosa, mas faço pelo menos o que dá coragem, p ajudar minha mãe!
=D

kilder disse...

boa semana!!! valeu por mais uma visita!!!

Tatah Santini disse...

Obrigada pelos parabéns!!
=D

Jerri Dias disse...

Ninguém merece cuidar da casa sem recebem um belo pagamento em dinheiro...